Fenda da Arrábida - Geomonumento

Atualizado: Jan 24



A Fenda Fenda da Arrábida constitui um “Geomonumento” de rara beleza natural, há muito conhecida, mas sem informação arqueológica publicada. A verticalidade e dureza das suas paredes tem proporcionado uma verdadeira Meca para os amantes da escalada, que equiparam aquela arquitectura natural com várias vias de diferentes graus de dificuldade.



Como o próprio topónimo indica, trata-se de um acidente tectónico, que se abre ao longo de aproximadamente 700 metros na encosta sul da Serra da Arrábida, sobranceiro e paralelo à linha das Praias do Creiro e do Portinho da Arrábida.


Este fenómeno terá sido provavelmente causado pela orogenia que verticalizou aquela junta de estratificação, ao ponto de a abrir numa grande brecha onde se desenvolveu um submundo de maravilha e viçosa luxúria, na qual a luz se perde numa penumbra de verdes e cambiantes de solo argiloso.


A acção erosiva das águas correu naquele espaço, originando uma área labiríntica, complexa de espaços ocos, propícios à exploração humana, proporcionando assim, uma potencial área de habitat e abrigo, com diversos recantos apelativos, também, para uma utilização ritual.




Porém, a sua exploração é de manifesta dificuldade, pelo facto de a área se desenvolver como uma imensa bacia de dejecção sedimentar, culminada por uma espessa camada de manta morta em constante produção.


Se, por uma lado, os sedimentos escondem por completo os presumíveis vestígios arqueológicos, por outro, selam-nos, preservando de forma exemplar a sua latente informação, a aguardar uma oportuna intervenção de sondagem.


grande búzio (“buzina” – Charonia lampas) depositado numa pequena cavidade aberta num caos de blocos.
Búzio (Buzina – Charonia lampas

Ainda assim, foram identificados alguns fragmentos de cerâmica manual, e um grande búzio (“Buzina” – Charonia lampas) depositado numa pequena cavidade aberta num caos de blocos.



Povoado da Serra da Cela, junto ao Portinho da Arrábida
Medalha da Era do Bronze Final


Tendo em conta a singularidade particular deste local e a sua intrínseca integração na rede de povoamento loco-regional da era do Bronze Final, salientando-se a proximidade com o povoado da Serra da Cela (a escassos 500 metros), pelo que é possível atribuir-lhe uma funcionalidade de abrigo sazonal, de apoio, controlo e defesa do porto subjacente, além de eventuais atribuições rituais.

Recorde-se que a área do Portinho da Arrábida tem vindo a documentar uma sequência de ocupações praticamente ininterrupta, a que a zona da Fenda não terá certamente passado despercebido.


Fenda da Arrábida - Meca da Escalada em Portugal